skip to Main Content
(54) 99153-1904 aearv@aearv.com.br

O patrimônio precisa fazer parte da vida moderna

Arquiteto mineiro Marcelo Ferraz traz o tema para debate durante III Congresso Estadual da AEARV

 

O passado tem muito a dizer sobre o presente, e pode estar bem integrado à vida contemporânea, defende o arquiteto mineiro Marcelo Ferraz, um dos palestrantes do III Congresso Estadual da AEARV, a ser realizado em Bento Gonçalves nos dias 31 de agosto e 1º de setembro, na Fundação Casa das Artes.

Ex-colaborador de Lina Bo Bardi (1914-1992) – autora do projeto do Museu de Arte de São Paulo (Masp) e com quem atuou em vários trabalhos, entre eles o Sesc Pompéia, também na capital paulista –, Ferraz participa do segundo dia do encontro trazendo suas impressões sobre “O Passado no Presente”. “Muito do passado, se tomado sem saudosismo ou romantismo barato, pode participar ativamente da vida contemporânea”, sugere. “Quero falar justamente sobre a importância do patrimônio histórico cultural – construído ou imaterial – na construção da vida contemporânea. O passado que ainda pulsa nas construções, na memória das pessoas e nas comunidades pode ser integrado à vida atual”, prossegue

Para isso, segundo ele, é preciso que o patrimônio “agonizante” seja elaborado a partir de uma perspectiva atual, para que seja revivido e tenha novos usos e atividades em consonância com a vida moderna, tendo uma participação hoje. “O patrimônio agrega um “algo mais” a toda construção, conjunto histórico, justamente por não sair da estaca zero. Já vem com alguma riqueza que é o testemunho, a memória construída do passado”, argumenta o profissional, também sócio do escritório Brasil Arquitetura e autor de livros como “Arquitetura Conversável”.

A arquitetura funciona como um meio de projetar o que pensamos sobre habitabilidade, urbanismo e aproveitamento de espaços mais harmoniosos com a natureza e o meio em qual estamos inseridos, tornando-se um retrato do tempo atual. Por isso, as ações advindas do seu exercício geram impacto, que podem ser tanto positivos quanto negativos.  “A boa arquitetura de hoje é justamente o patrimônio histórico de amanhã. Devemos ter isso em mente para não fazermos tanta besteira e inundar nossas cidades delas. O custo é alto e o tempo de vida dessas besteiras é longo. É o tempo de duração da arquitetura, para o bem e para o mal”, adverte Ferraz.

Por isso, pensar a arquitetura como meio de melhorar a vida nas cidades, sendo um agente para torná-las mais humanas e menos agressivas, é um escopo que precisa ser levado em consideração pelos profissionais da área, um bem coletivo que também entrará na pauta de sua fala. “Arquitetura é uma espécie de roupa que vestimos, numa escala um pouco maior. Como tudo na vida que está relacionado ao corpo humano e ao comportamento humano, deve estar absolutamente integrada com a busca de soluções para os novos problemas que se apresentam com o desenvolvimento da humanidade”, ensina.

 

Sobre o III Congresso Estadual da AEARV

O III Congresso Estadual da AEARV ocorrerá nos dias 31 de agosto e 1º de setembro, na Fundação Casa das Artes (Rua Herny Hugo Dreher, 127 – Planalto), em Bento Gonçalves. Neste ano, o encontro da Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Região do Vale dos Vinhedos debaterá o tema Coletividade: Construções para o Futuro.

Ao todo, nos dois dias de conferência, serão 12 palestras com profissionais renomados de todo o Brasil. Os interessados em participar já podem efetivar as inscrições – no valor de R$ 100 para associados da AEARV e para estudantes. Profissionais não associados pagam R$ 220. Há condições diferenciadas de acesso, sob consulta, para grupos.

O fórum tem o apoio institucional do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul (CREA-RS), das empresas Artelana, Byrne, Costaneira, Cristo Rei Materiais Elétricos, Espaco Décor, Friza, Meber Metais, Modelo Vidros, Perlare, Pró-Cor Tintas, Sole Aquecimento, Weiku, Bigfer e Berneck, além da Ascon Vinhedos e da Universidade de Caxias do Sul. Esses parceiros terão espaços especiais para exibição de suas novidades na Rua Coberta, de Bento Gonçalves, nos dias de realização do congresso, como atração complementar à programação de palestras.

O acesso a mais informações e à confirmação de presença podem ser feitos pelo site http://www.aearv.com.br/congresso.

 

 

Back To Top